LÍCIA NA ORLA DAS MARAVILHAS / LÍCIA IN THE WONDER VERGE

Cenografia da performance multimídia Lícia na Orla das Maravilhas, de Carolina Berger, apresentada no Festival Curta-SE (Aracaju, 2014). A performer Carolina Berger cria o heterônimo literário Madame C.Bécamier e a personagem alterego Lícia D.B. que celebram com o público presente o ritual multimídia para falar de amor, o poder e liberdade. Com energia criada a partir de uma homenagem às mitológicas divindades da religiosidade afrobrasileira Oxum e Iemanjá, a tríade feminina faz vibrar o universo das águas profundas e vastas das voluptuosas cachoeiras para combater toda forma de preconceito, agressão e padronização da feminilidade.

Produção: Festival Curta-SE

***

Scenography of the multimedia performance Lícia in the Wonder Verge, by Carolina Berger, presented at Curta-SE Film Festival (Aracaju, 2014). Madame C.B. and Lícia join forces in order to discuss about how love, power and freedom flow in the untamed life of those who seek the wisdom lightness. With the power of strength and courage from religious African-Brazilian mythological deities Oxum and Yemanjá, they cause the deep waters and voluptuous waterfalls universes to vibrate, in order to fight all forms of prejudice, aggression and the sameness of femininity.

Production company: Curta-SE Festival

Country: Brazil